Asma Brônquica

Asma: Controle e prevenção

Por que conhecer melhor a Asma?

A importância de se conhecer melhor a ASMA reside no fato de conseguirmos prevenir a doença de forma mais efetiva. Quatro tópicos são fundamentais para o controle e prevenção da asma:

  • APLICAÇÃO DE PROGRAMAS EDUCATIVOS
  • MEDIDAS DE CONTROLE AMBIENTAL
  • UTILIZAÇÃO CORRETA DE MEDICAMENTOS
  • MEDIDAS OBJETIVAS DA FUNÇÃO PULMONAR

O que é Asma?

A asma é a inflamação dos brônquios, que sofrem inchaço e estreitamento, ou seja, a passagem do ar fica mais difícil porque o tamanho interno dos brônquios fica diminuído. Os brônquios são vias por onde entra e sai o ar que respiramos.

A asma é uma doença inflamatória crônica que afeta indivíduos de todas as idades. É erroneamente chamada de bronquite alérgica. É uma doença comum, afetando cerca de 10% a 20% da população.

Ocorre este estreitamento por:

  • Inchaço da parede dos brônquios provocado pela inflamação
  • Contração dos músculos que estão ao redor dos brônquios
  • Aumento da produção de escarro, também provocado pela inflamação

A asma pode ser controlada com tratamento adequado, permitindo que o pulmão funcione normalmente. Assim, o asmático pode ter vida ativa.

É importante saber conviver com a asma!

O asmático e sua família devem conhecer as causas e conseqüências da asma, a fim de garantir uma vida normal, através do seu controle!

Quais os sintomas da Asma?

TOSSE, CHIADO, FALTA DE AR, SENSAÇÃO DE APERTO NO PEITO OU OPRESSÃO.

Os sintomas podem variar de acordo com cada caso!

ASMA TAMBÉM É PREVENÇÃO; CONHEÇA O ABC DA ASMA:

A) SABER O QUE PIORA A ASMA E OS FATORES DESENCADEANTES:

A asma pode ser causada por vários fatores: alérgicos, substâncias ou produtos que causem irritação das vias aéreas, tais como, ambientais, infecções virais, fatores emocionais, atividade física intensa e alguns medicamentos.
Sempre que tiver sintomas, procure lembrar o que fez, que substâncias teve contato e o que aconteceu neste dia e na véspera!

ATENÇÃO: NÃO PERMITA QUE SE FUME DENTRO DE CASA, NO CARRO E NÃO FIQUE EM LOCAL FECHADO (ÁREA DE FUMANTES)

B) Usar os medicamentos apropriados para o seu caso, com a técnica correta recomendada pelo médico:

O uso de medicamentos deve ser SEMPRE orientado pelo médico. Os mesmos podem ser divididos em:

  • Medicamentos de alívio ou broncodilatadores
  • Medicamentos de tratamento ou antiinflamatórios ou preventivos.

Os medicamentos podem ser administrados por via inalatória, usando-se nebulizadores comuns (inaladores), nebulizadores pressurizados (aerossóis ou bombinhas) e sistemas inalatórios de pó seco.

Os nebulizadores do tipo pneumáticos ou ultrassônicos são mais apropriados aos pacientes que tem dificuldade técnica de coordenação para utilização de bombinhas, acopladas ou não à espaçadores, e alguns tipos de aparelhos inaladores de pó seco, como crianças abaixo de 6 anos e idosos. Existem no mercado antiinflamatórios e broncodilatadores inalatórios que podem ser utilizados em nebulizadores. Outra vantagem é que esses aparelhos podem ser utilizados no próprio domicílio dos pacientes.

POR QUE USAR OS SISTEMAS INALADORES?

Os sistemas inaladores permitem que a droga usada para o tratamento da asma seja administrada diretamente no pulmão, onde ocorre o problema. Desta forma, sua ação é mais rápida e sua dosagem é menor e, portanto, seus efeitos colaterais serão menores.

Para aumentar a deposição da medicação nas vias aéreas inferiores, podemos usar os espaçadores acoplados à bombinha (sprays) ou os sistemas com pó seco, que são aparelhos que facilitam a inalação e penetração do medicamento nos pulmões. Todos os inaladores de pó seco são atuados pela respiração, eliminando a necessidade de sincronizar a inalação com o disparo.

Alguns aparelhos de pó seco liberam doses múltiplas e individuais, através de cápsulas de gelatina perfuradas e outros através de um disco, contendo várias doses isoladas.

Qualquer sistema inalatório, USADO CORRETAMENTE E SOB SUPERVISÃO MÉDICA, NÃO PREJUDICA A SAÚDE.
APRENDER A TÉCNICA CORRETA DE USO É A MELHOR MANEIRA DE BENEFICIAR-SE DOS MESMOS!

Consulte seu médico caso haja dúvidas!

C) SABER RECONHECER QUE A ASMA ESTÁ SAINDO DE CONTROLE E O MODO DE EVITAR CRISES GRAVES:

Anote num diário seus sintomas e medicamentos utilizados e, se possível, avalie o PICO DE FLUXO EXPIRATÓRIO(PEAK-FLOW). O monitor de PICO DE FLUXO EXPIRATÓRIO é um aparelho portátil, de custo acessível, que mede o grau de obstrução dos brônquios. Estas informações serão úteis para você e seu médico saberem se a doença está sob controle!

Sua asma estará saindo de controle quando:

  1. O uso de broncodilatador para alivio das crises é mais freqüente que o habitual
  2. O sono é interrompido pelos sintomas de asma
  3. Apresentar cansaço ao realizar suas atividades diárias ou exercícios leves
  4. Apresentar tosse persistente ou expectoração
  5. Apresentar PICO DE FLUXO EXPIRATÓRIO (PFE) com valores menores que os habituais.

NESTA SITUAÇÃO, ENTRE EM CONTATO COM SEU MÉDICO!

Informações gentilmente cedidas por:

Profa. Dra. Ana Luisa Godoy Fernandes
Dra. Anna Lúcia de Barros Cabral
Dra. Sônia Maria Faresin
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO / ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA

Este material foi elaborado pelo Departamento Médico-Científco (DMC) da Chiesi Farmacêutica Ltda, sendo de caráter meramente informativo. Lembre-se que em qualquer situação, somente seu médico pode prescrever medicamentos e orientá-lo sobre a melhor terapêutica.